top of page
  • Foto do escritorJuliana Sales

Leis para elas


O mês de março reforça a luta pelos direitos das mulheres conquistados e nada mais justo que relembrar o que construímos até aqui. Ao longo do meu mandato pautei minhas ações em favor das mulheres e tivemos conquistas significativas que vão desde proposições de combate à violência doméstica ao incentivo ao empreendedorismo feminino.


Uma dessas vitórias foi a criação do selo “Empresa Amiga da Maternidade”, já lei no município, que incentiva a criação de creches em empresas privadas, para ajudar mães empregadas a conciliar a maternidade com o seu emprego. Essa lei visa uma nova realidade para as mães empregadas, em que a maternidade e a profissão possam andar lado a lado. Outra conquista foi a lei que garante acessibilidade comunicativa. Mulheres vítimas de violência doméstica com deficiência auditiva e/ou visual têm a garantia de tratamento na Língua Brasileira de Sinais (Libras), Braille, ou qualquer outro meio de comunicação que possibilite a ela o enfrentamento a essa violência.


Ainda neste mês de março, destinei R$ 30 mil das minhas emendas impositivas para a Casa de Passagem Feminina Fernanda Alcântara, um lugar dedicado a acolher temporariamente mulheres e seus filhos que estão passando por situações difíceis. Esse recurso vai ajudar na manutenção dessa casa que presta um serviço essencial para as mulheres nova-limenses.


Sigo firme no propósito de lutar pelas conquistas femininas, pela maior participação da mulher na sociedade e na vida pública, para que tenhamos cada vez mais políticas que acolham e protejam todas as mulheres. Eu acredito na força das mulheres e em uma política mais diversa e representativa. Continuarei lutando por todas nós!

Comments


bottom of page